Com setor faturando R$ 1 bilhão no 1º trimestre, mercado aposta em empreendimentos inovadores para lucrar

Prédio com conceito “smart home” está na mira de corretores que estão em busca de investimentos para clientes

Por Vip Araguaia 17/06/2022 - 18:40 hs
Foto: Reprodução

Os apartamentos e estúdios foram projetados em um conceito que atende a quem quer comprar para morar e a quem quer investir. As plantas são flexíveis e possuem metragem de 30 a 64m2. Outros pontos de destaque são os dispositivos inseridos no prédio, como o bar temático digital assinado pela Budweiser, academia BtFit, espaço coworking, lavanderia profissional da Unilever Omo e muito mais. 

“O mercado imobiliário está em um momento crescente. Viemos procurar bons produtos para os novos investidores e esse é diferenciado. Vai atrair muitos clientes potenciais”, comenta Epaminondas Oliveira Júnior. Fernando Furlan, atua como corretor imobiliário em Sorriso (340 km de Cuiabá) e veio a Cuiabá para analisar e conhecer o conceito do Moov Smart Home.

Ele pontua que veio a capital por que alguns dos seus clientes já estavam sabendo do empreendimento e demonstraram interesse. “Já temos alguns interessados inclusive, o que mostra que ele vai ser bem aceito”, afirma. Conhecido como a capital do agronegócio, o município possui uma das maiores economias agrícolas do país e, portanto, um bom capital investidor. 

Rondonópolis, cidade distante a 218 quilômetros de Cuiabá, está inserida hoje como um dos principais pólos imobiliários. Vicente Dalberto, corretor, revela que a região reuniu no ano passado, cerca de 2% de tudo que foi vendido em imóveis no Brasil e isso somente dentro do município. “Tem bastante liquidez. E por conta disso estou conhecendo novos empreendimentos, buscando informações para os compradores”. 

Um dos pontos chaves do Moov é que ele foi desenvolvido não apenas para ser moradia, mas também para ser um investimento lucrativo. Se alguém quiser comprar para morar por períodos curtos e alugar, por exemplo, ele tem a vantagem de contar com a plataforma Nomah, uma das maiores empresas de gestão de imóveis no país, atuando como uma espécie de gestor terceirizado para o proprietário. 

A vantagem é que tudo é feito sem dar dor de cabeça. “Nós nos responsabilizamos por toda a experiência do hóspede e também do proprietário, que não precisa se preocupar com nada”, explica o gerente comercial do startup, André Quinzeiro. Victor Bento, diretor da Vivart, pontua que o modelo do empreendimento foi desenvolvido para pensar um novo estilo de vida, onde o tempo é a “chave do negócio”. 

“Pensamos em um empreendimento que reunisse serviços que, de fato, facilitariam a vida das pessoas”. Quem assina o projeto arquitetônico é Johnny Rotter, que destaca o projeto como jovem e inovador. “O mercado imobiliário é sempre muito conservador. É raro poder fazer algo inovador dessa maneira. A área comum dele, por exemplo, fica na parte mais nobre, que é a cobertura”.

Por Priscila Vilela